14 de mar de 2009

MUDE...OU MUDARÃO VOCÊ

Neemias 2:17-18 – “Então lhes disse: Bem vedes vós a miséria em que estamos, que Jerusalém está assolada, e que as suas portas têm sido queimadas a fogo; vinde, pois, e reedifiquemos o muro de Jerusalém, e não sejamos mais uma vergonha. Então lhes declarei como a mão do meu Deus me fora favorável, como também as palavras do rei, que ele me tinha dito; então disseram: Levantemo-nos, e edifiquemos. E esforçaram as suas mãos para o bem”.

Tenho certeza que todos vocês já ouviram falar de uma história envolvendo um passarinho, outros animais e uma floresta em chamas. Essa história diz mais ou menos assim: “certa vez uma floresta estava em chamas, e todos os animais dessa floresta estavam numa correria só. Todos corriam em direção ao lago que havia ali perto, enchia as bocas e os bicos de água e voltavam em direção ao fogo. Até que surge um passarinho que fugia e começou a questionar os outros animais: “ei...onde vocês pensam que vão? Por acaso vocês acreditam mesmo que apenas com a água em suas bocas e bicos poderão conter o fogo da floresta?”. E todos os animais se voltaram para ele e disseram: “se isso vai resolver, não sabemos, mas de uma coisa temos certeza, estamos fazendo a nossa parte”.

E ai? Vocês conhecem essa história? Ah... está bem...ela não é bem assim...É verdade, mas essa é a maneira como eu decidi e preferi ver essa história. Pra lhe dizer que as situações que envolvem as nossas vidas dependem e muito da maneira como as encaramos.

No texto acima a bíblia conta a história de um homem chamado Neemias. Neemias é conhecido como um dos reconstrutores da cidade de Jerusalém. A bíblia diz que no período em que Neemias trabalhava como copeiro do castelo do rei Persa Artaxerxes I, ele recebeu uma triste notícia envolvendo seu povo e sua cidade natal. Neemias ficou sabendo que a cidade de Jerusalém estava praticamente destruída, tinha suas portas queimadas, os muros derrubados, um caos. E o povo que ali habitava, aqueles que haviam escapado do cativeiro, vivia em profunda miséria.
Sabendo disso, Neemias se entristeceu profundamente. Porém o mais interessante disso tudo é que Neemias, após receber a notícia, se pôs a buscar a Deus e transformou todo aquele inconformismo em atitude. Ele poderia muito bem se juntar aos que prateavam por Jerusalém, mas decidiu ver as coisas de um modo diferente. Pois entendeu algo muito importante. Ou ele aceitaria a situação na qual seu povo e sua cidade estavam submetidos, ou agiria, buscando uma forma de reverter tal situação.

Isso é algo que certamente acontece na vida de todo jovem. Constantemente nos veremos diante de situações em que teremos de escolher entre, influenciar, ou ser influenciado.

Influenciando ou sendo influenciado fora da igreja

Mateus 5:13-16 – “Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens. Vos sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte. Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus”.

Uma das missões de Jesus era instituir discípulos. Homens que teriam a responsabilidade de fazer a vida e obra de seu mestre conhecida mundialmente. Homens com a missão de influenciar o mundo.

A igreja é formada pelos discípulos de Cristo. Pensando dessa forma, começo a comparar a maneira como temos influenciado o mundo ao nosso redor com a maneira que os primeiros discípulos influenciaram. Para isso basta sabermos que os primeiros discípulos entenderam que ser um seguidor de Cristo não estar presente nas reuniões aos domingos, mas sim impactar o mundo como seu estilo de vida. Percebam que Jesus faz uma afirmação: “vos sois o sal da terra, e a luz do mundo”. Os primeiros discípulos entenderam isso como uma verdade em suas vidas. Eles entenderam que Jesus veio para influenciar o mundo e como seus seguidores cabiam a eles agirem da mesma forma, influenciar a sua geração, apresentando a ela a palavra de Deus viva em suas vidas.

Mas se liga só! Os primeiros discípulos morreram. E o mundo ainda existe. Ainda existem pessoas que precisam ter seus olhos abertos. Pessoas que precisam ser “salgadas”. E o que podemos fazer então? A ordem de influenciar se estendeu para nossas vidas.

Formas de influenciar fora da igreja

O mundo possui seus valores, suas regras, valores tidos muitas vezes como evoluídos. Quantas vezes você já ouviu algo como: “os tempos mudaram”, “hoje as coisas são diferentes”, “mas isso não tem nada a ver mais”?
Bem, talvez haja realmente uma certa evolução nos valores mundanos. Por exemplo: a palavra FICAR, é uma evolução da palavra ADULTÉRIO, ou da palavra PROSTITUIÇÃO. Talvez seja essa a evolução na qual o mundo se refere, não é? Nota explicativa: Ficar corresponde ao ato ou efeito de uma pessoa se relacionar com outra, sem que haja um compromisso firmado ou respaldado pela palavra de Deus, visando atividades como: beijos, amassos, mão naquilo e aquilo na mão etc...etc...etc.

A bíblia diz que Deus é o mesmo ontem, hoje e será eternamente. É necessário entender que o que Deus sempre considerou pecado, sempre será considerado pecado. Mas hoje o mundo pode conhecer a vontade de Deus através de nossas vidas. O mundo pode conhecer o comportamento que agrada ao Senhor. Como seguidores de Cristo, devemos ter nossas vidas influenciadas pela palavra do Senhor.
O problema está quando ao invés de sermos sal, nos tornamos extremamente doces, tão doces a ponto de nos tornar enjoativos para Deus.

Certa vez, ouvi algo bem interessante: “ infelizmente muitos jovens tem tido suas vidas influenciadas pela palavra de Deus, porém não no contexto original dessa palavra. Por exemplo, Jesus disse: “os que vierem a mim de forma alguma os lançarei fora”. Isso é algo que realmente muitos jovens tem feito, os que vem até eles de forma alguma são rejeitados, principalmente se for uma garota “bonitinha”, ou um cara “malhadinho”.

Assim como Neemias estamos também diante de duas opções, podemos escolher entre influenciar o mundo com o estilo de vida ensinado pela palavra de Deus, ou sermos influenciados pelos evoluídos valores de Satanás.

Influenciando ou sendo influenciado dentro da igreja
Neemias 2:17-18

A bíblia diz que o povo de Israel vivia de uma forma miserável, porém em nenhum instante é mencionado que algum deles se levantou para lutar contra aquela situação. Foi necessário que Deus colocasse fogo no coração de um judeu que estava distante dali para que algo fosse feito, para que aquela história fosse alterada.

A chama do Espírito de Deus ardia no coração de Neemias:

Neemias procurou abrir os olhos do povo para a gravidade da situação em que eles viviam. Neemias procurou lembrar aquele povo de que eles eram a nação escolhida de Deus, e que Jerusalém era cidade amada por Deus, e em hipótese alguma aquela situação poderia se persistir. Algo deveria ser feito, era preciso despertamento, posicionamento, atitude.

Neemias não apenas identificou essa necessidade, mas procurou motivar o povo para que agissem. E mesmo diante das dificuldades, Neemias foi honrado por Deus, pois ele preferiu influenciar o seu povo, ao invés de se deixar ser influenciado.
Infelizmente as igrejas estão cheias de pessoas acomodadas com a desgraça de Jerusalém. Pessoas que com o passar do tempo se conformaram com a superfície do rio do Senhor e se esqueceram da profundidade desse rio. Pessoas que conhecem a situação miserável de seu povo, porém não tem a capacidade de se levantar para que algo seja feito.

Vida de “Maria vai com as outras”, não é vida de seguidor de Cristo.

JOVEM!!! Deus não te levantou na sua igreja para que você se conforme com a desgraça de Jerusalém.

Escolha influenciar...influenciar com a palavra de Deus viva no seu coração.

Escolha apresentar ao mundo a vontade de Deus...Escolha Motivar o povo para que se levante e lute.

Clame a Deus pelos seus. E Ele fará arder a chama em seu coração. A chama que irá lhe impulsionar diante das dificuldades. Em nome de Jesus!!!

Osmar Siqueira

0 comentários: