14 de jan de 2010

Kaká defende dízimo

Membro da Igreja Renascer, Kaká é um dos jogadores que mais defendem a vida religiosa no mundo. Em entrevista ao jornal As, o camisa 8 do Real Madrid afirma que doa parte de seu salário à comunidade evangélica e segue à risca os ensinamentos bíblicos tanto no trabalho quanto nas horas vagas - destaque da Seleção Brasileira, ele também se diz avesso a festas, como as do amigo Ronaldo, hoje no Corinthians.

Sobre o dízimo, Kaká diz que a ação "é um mandamento bíblico. Não é uma parte do meu contrato, é uma parte de tudo que tenho, do meu tempo... Uma parte de tudo é para Deus. Todos os dias eu oro e leio a Bíblia. Sou muito radical com meus valores e não os troco por nada".

Casado e pai de um filho, Kaká se vê como um homem caseiro, mas que gosta também de sair com os amigos - exceto para danceterias. "Sou jovem, gosto de ir a restaurantes, cinemas, enfim, coisas normais. Só não gosto de discotecas. No final da temporada, se ganharmos algo, vamos comemorar. Durante o ano, não", afirma.

Fonte: http://migre.me/gvHs%20

0 comentários: